22 de mar de 2014

Pardinho Tesouro Escondido


"Pardinho, quem te conhece
Com certeza jamais te esquece
Porque tu és inesquecível
O teu povo é simplesmente
Um povo guerreiro e valente
Um povo único e indescritível

O teu ar puro é o retrato
de uma serra coberta de mato
onde o Rio Pardo brota
Tua água é uma riqueza
presente que a natureza
esconde entre fendas e grotas

Rio Pardo que lento desce
Rio Pardo que abastece
Pardinho, Botucatu e região
De matar a nossa sede
De manter o mato verde
É tua, esta grandiosa missão

Em relação ao Rio Pardo
Em 99 foi realizado
Um estudo de valor incomparável
Uma análise ao longo de sua bacia
Determinando se a sua água seria
Uma água limpa, pura e potável

De todo os parâmetros analisados
Não foi detectado, como observado
A presença de clorados e fosforados
E também não houve relato
Da presença de carbamatos
Ou de nenhum outro valor alterado

Do ponto de vista da vegetação
Está presente matas de transição
Mata Atlântica e Campo Cerrado
E ainda é possível encontrar lá
Uma espécie de pinheiro do paraná
Espécie que vive praticamente isolado

A fauna também é riquíssima 
Com uma diversidade belíssima
de Pica - Pau, Socó e Tamanduá
Tem ainda a rara Onça parda
A quase extinta Onça pintada
Jacu, Ariranha e Lobo guará

Porém não podemos esquecer jamais
Dos grandes problemas ambientais
Que castiga a nossa cidade
No momento, o caminho mais correto
é desenvolver e investir em projetos
de educação, conscientização e sustentabilidade

O homem, a planta e o bicho
sofre com o aumento do lixo
que é produzido diariamente
Lixo que prejudica e contamina
O solo e a água pura da mina
Ceifando vidas do meio ambiente"





                                                                   Ataíde Vieira (Poeta Ambiental)

Nenhum comentário:

Postar um comentário