24 de jan de 2011

NO DIA QUE SAI DE CASA






TODO HOMEM QUANDO VEM AO MUNDO
TRAZ COM ELE O SEU DESTINO
NA FAZENDA OU NA CIDADE
UNS MAIS CEDO OUTROS MAIS TARDE
TEM QUE DEIXAR DE SER MENINO

E QUANDO CHEGA ESTE DIA
É SÓ DEUS PRA SEGURAR
IGUAL PASSARINHO PRESO QUE SE SOLTA
TEM UNS QUE VAI E NUNCA MAIS VOLTA
DEIXANDO O PAI E A MÃE,TRISTE A CHORAR

COMIGO TAMBÉM FOI ASSIM
NO DIA QUE SAI DE CASA
ENQUANTO PAPAI ME DAVA CONSELHOS
MAMÃE COM OS OLHOS VERMELHOS
CHORANDO PRA DEUS SUPLICAVA

DIZENDO: SENHOR SEI QUE NESTE MUNDO
TUDO É O SENHOR QUE DECIDE
POR ISSO JAMAIS DEIXE SOZINHO
E ILUMINE SEMPRE OS CAMINHOS
DO MEU FILHO ATAIDE

ESTE FILHO QUE É UMA BENÇÃO
NA TRISTEZA E NA ALEGRIA
QUE DESDE O SEU NASCIMENTO
VEIO AO MUNDO COM TALENTO
DE FAZER VERSO E POESIA...


POETA AMBIENTAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário